A Argentina promoveu na manhã desta terça (23) uma capacitação para cerca de 100 agentes e operadores de viagens em São Paulo. Este mesmo evento já passou por Salvador em março, e ainda vai para Curitiba (24/04), Porto Alegre (25/04), Belo Horizonte (07/05), Brasília (08/05) e Goiânia (09/05). Segundo Natalia Pisoni, Coordenadora de Mercado da Inprotur, o objetivo é apresentar todas as novidades e as oportunidades que o país oferece.

Argentina promove rodada de negócios - Ushuaia capacita agentes de viagens
Natalia Pisoni-coordenadora do-Mercado Brasil do-Inprotur – Foto: M&E

Para ela, Buenos Aires já é bastante consolidada entre os brasileiros, agora o trabalho é apresentar novos destinos aos turistas. Por isso, na capacitação estão presentes os destinos Ushuaia, Villa la Angostura e Entre Ríos, além de parceiros da hotelaria, atrativos turísticos e operadores. Em 2018, a Argentina recebeu mais de 1,3 milhões de brasileiros, que continua a ser o principal mercado emissivo para o país. Belo Horizonte e Porto Alegre se destacaram no crescimento desse emissivo com crescimento de 54,5% e 51,2%, respectivamente. “Este foi um trabalho muito grande das companhias aéreas que disponibilizaram voos diretos desses destinos e, consequentemente, apresentaram crescimento”, comentou Natalia.

Argentina promove rodada de negócios - Ushuaia capacita agentes de viagens

Segundo a executiva, isso vem acontecendo em todo o Brasil. Os brasileiros estão cada vez mais buscando novos destinos e novidades na Argentina. Para 2019, a expectativa é receber mais de 1,4 milhões de brasileiros. E Natalia Pisoni acredita que essa expectativa será superada. “Já temos uma boa venda para a temporada de neve e as companhias (Azul, Gol e Latam) já anunciaram voos extras no período. Logo, acreditamos que esse ano será muito bom para o turismo na Argentina”, declarou. Graças as empresas aéreas do Brasil, não faltarão turistas, pelo menos em Bariloche, destino que grande parte dos brasileiros já conhecem, tanto que no inverno costumamos chamar Bariloche de “Brasiloche”.

Argentina promove rodada de negócios - Ushuaia capacita agentes de viagens

Todavia, destinos icônicos como a Terra do Fogo, na Patagônia Fantástica Argentina e outros destinos no interior daquele fantástico país, sofrem com falta de conectividade, tornando os voos absurdamente longos e caros, obrigando aos brasileiros que agora são forçados a desembarcar em Ezeiza, pagando um transfer até o Aeroparque, no outro lado de Buenos Aires, para seguir viagem.

Argentina promove rodada de negócios - Ushuaia capacita agentes de viagens
Diógenes Toloni, Francisco Chiari e Ivan Blanco da Aerolineas Argentinas – Foto: M&E

A Aerolineas continua afirmando que está tudo bem, mas não está, tanto que segundo o site de buscas Viaje.Net, o destino Chile, durante as férias de julho/2019 é o mais procurado. A Aerolíneas Argentina possui a segunda maior operação no Brasil com 95 voos semanais de apenas sete destinos de origem. De toda a venda feita no Brasil, os agentes representam 80% do total, sendo o principal canal de vendas da companhia. A Aerolíneas voa para apenas 20 destinos internacionais, 12 países e 37 destinos domésticos. São 340 voos diários na Argentina para todas as 23 províncias do país.

É muito distante do desejado, pois não oferece nem mobilidade, agilidade e conectividade aos passageiros de desejam seguir para os fantásticos destinos, principalmente agora, as portas do inverno. A desregionalização permitiu uma péssima conectividade ao turista brasileiro que deseja se deslocar dentro do país, apenar de todo o discurso diferente da Aerolineas. No discurso uma coisa, na prática, bem pior.

Qualquer promoção fica muito além do desejado, uma vez que o passageiro é obrigado a pernoitar na ida e na volta em Buenos Aires, gastar com transfer e alimentação. Portanto, em sua viagem, coloque tudo isso em conta, pois a princípio essas regras não irão mudar, pois a empresa acredita estar certa. A partir do momento que houver uma queda no turismo, tudo pode mudar.

Um dos destinos mais fenomenais daquele país e que mais sofre, Ushuaia, lançou durante o evento, uma promoção que dará ao passageiro que compra com agente ou operadora um voucher com 150 benefícios. Com o voucher o cliente terá acesso a um código que fará parte de um sorteio onde o prêmio será outra viagem ao destino com tudo pago.
Marina Valle do Arakur Ushuaia, Cristiane Cavalli, da Secretaria de Turismo de Ushuaia, e Pablo Lomuto da Tremun Hotels – Foto: M&E

Um dos destinos mais fenomenais daquele país e que mais sofre, Ushuaia, lançou durante o evento, uma promoção que dará ao passageiro que compra com agente ou operadora um voucher com 150 benefícios. Com o voucher o cliente terá acesso a um código que fará parte de um sorteio onde o prêmio será outra viagem ao destino com tudo pago.

Eu estou indo a Ushuaia, como ha anos faço e, ao contrário dos anos anteriores, onde saia de Florianópolis às 07:00hs e chegava em Ushuaia às 19:00hs, terei que sair de Florianópolis às 10:00hs, dormir em Buenos Aires, acordar de madrugada e às 05:00hs embarcar do Aeroparque, chegando em Ushuaia somente às 09:10hs da manhã do dia seguinte. Essa foi a minha melhor opção. Não sei como farão os nordestinos que estavam invadindo aquele paraíso Branco. Brasília também já não tem mais conectividade com Buenos Aires. Agora é ficar na torcida para que nós de fato possamos invadir a Argentina em seu fenomenal inverno nevado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *