Como se já não bastasse ser a melhor costelaria da Grande Florianópolis, nos proporcionando uma altíssima gastronomia, preparada com esmero e carinho, a tradicional Costelaria Ponta D´Agulha deu um bom destino para os quase 200 vidros de conserva consumidos por mês nas suas duas unidades, a da SC 401 em Florianópolis, e a do Passeio Pedra Branca, em Palhoça.

Copo Ecológico – Costelaria Ponta D’Agulha sempre na vanguarda

Copo Ecológico

 

Como se já não bastasse ser a melhor costelaria da Grande Florianópolis, nos proporcionando uma altíssima gastronomia, preparada com esmero e carinho, a tradicional Costelaria Ponta D´Agulha deu um bom destino para os quase 200 vidros de conserva consumidos por mês nas suas duas unidades, a da SC 401 em Florianópolis, e a do Passeio Pedra Branca, em Palhoça.
Foto: Paulinho Sefto

Como se já não bastasse ser a melhor costelaria da Grande Florianópolis, nos proporcionando uma altíssima gastronomia, preparada com esmero e carinho, a tradicional Costelaria Ponta D´Agulha deu um bom destino para os quase 200 vidros de conserva consumidos por mês nas suas duas unidades, a da SC 401 em Florianópolis, e a do Passeio Pedra Branca, em Palhoça.

Como se já não bastasse ser a melhor costelaria da Grande Florianópolis, nos proporcionando uma altíssima gastronomia, preparada com esmero e carinho, a tradicional Costelaria Ponta D´Agulha deu um bom destino para os quase 200 vidros de conserva consumidos por mês nas suas duas unidades, a da SC 401 em Florianópolis, e a do Passeio Pedra Branca, em Palhoça.
Foto: Paulinho Sefto

Devidamente esterilizados e personalizados, os vidros viraram copos para sucos e caipirinhas. Segundo dados da associação sem fins lucrativos Cempre, Compromisso Empresarial para Reciclagem, o Brasil produz em média 980 mil toneladas de embalagens de vidro por ano, sendo que cerca de 50% deste material é reciclado. Na Alemanha o índice de reciclagem do vidro é de 87% e na Suíça é de 90%. Eu sou fã da limonada, ajuda a firmar o ferro da carne no organismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *