Aurora Boreal - Turismo on line

Experiências inusitadas para viagens de incentivo

Experiências inusitadas para viagens de incentivo

O Principado de Mônaco, as Ilhas Seychelles e a Noruega são destinos muito diferentes quando falamos em beleza natural, aspectos culturais e atrações. Mas os três têm uma característica comum: são países repletos de experiências inusitadas que fazem toda a diferença em uma viagem de incentivo. Veja abaixo algumas sugestões:
Mônaco – jantar privativo em adega histórica
Com infraestrutura excelente para eventos, preços competitivos e experiências diferenciadas, o Principado de Mônaco nasceu para o MICE. Quem está organizando viagens de incentivo, terá à disposição uma enorme variedade de atividades e experiências para incluir no roteiro do grupo. Uma delas é uma visita e um jantar privativo na adega centenária do Hôtel de Paris, cujo acesso restrito permite que apenas poucas pessoas possam conhecê-la. Com o título de maior adega dentro de um hotel no mundo, o local é histórico e sobreviveu a períodos importantes. Inaugurada em 1874, ali eram engarrafados vinhos que chegavam em barris provenientes de Bordeaux. Durante a Segunda Guerra Mundial, parte da adega foi fechada por uma parede formada por sete camadas de garrafas. O objetivo era esconder e proteger cerca de 20 mil garrafas de vinho, a prataria do hotel e até mesmo a fortuna de alguns hóspedes. Suas portas foram reabertas no final de 1945, pelo prestigiado cliente Sir Winston Churchill. A experiência em um local tão raro e especial é inesquecível. É possível fazer uma degustação privativa, um coquetel ou jantar. O sommelier master da adega acompanha o grupo, explica a história do local e seleciona vinhos de alta qualidade para a degustação.
Seychelles – uma ilha sua por um dia
Seychelles é um outro mundo. Rodeado pelo Oceano Índico, o arquipélago coleciona paisagens surreais e uma natureza preservada. Para um grupo de incentivo, há muitas experiências inusitadas relacionadas à beleza natural. Por exemplo, é possível reservar uma ilha inteira por um dia – ou vários – apenas para o grupo. Ao alugar uma ilha exclusiva, o grupo terá à disposição todos os serviços e estruturas de um resort de alto luxo, em um local de paisagens impressionantes que poucas pessoas já puderam conhecer. Não há experiência mais sofisticada e customizada do que essa. A North Island é uma das ilhas que podem ser reservadas por completo. Seu único resort, de nome homônimo, oferece um serviço de altíssimo luxo e proporciona ao hóspede o que ele desejar, a qualquer momento. São 11 villas rodeadas por palmeiras tropicais e rochas graníticas. Sua arquitetura e decoração são um equilíbro entre o luxo e a simplicidade, criados com materiais locais e apelidados de “barefoot luxury”. Outra ilha que oferece o serviço é a Fregate Island. São 16 residências com terraço, piscina de borda infinita e jacuzzi, além do complexo Banyan Hill Estate, com chef particular, mordomo e camareira. Além dos restaurantes e bares que existem no resort, é possível escolher lugares inusitados para uma refeição, como uma casa na árvore. A Frégate island, inclusive, cultiva sua própria horta orgânica, garantindo que todos os produtos sejam frescos e deliciosos. A ilha é casa de sete praias paradisíacas, cada uma com uma característica especial, como a Victorin, que já foi votada uma das mais bonitas do mundo e é excelente para snorkeling, ou a Grande Anse, uma das preferidas dos hóspedes, que oferece um pôr do sol inesquecível.
Noruega – vivenciando a aurora boreal
A aurora boreal é um dos fenômenos mais belos da natureza. Ela pode ser observada ao redor do mundo, em regiões próximas ao Círculo Polar Ártico. Sua ocorrência se dá a partir do outono, no final de setembro, mas com maior probabilidade e intensidade entre os meses de novembro e março. Ir à caça da aurora boreal pode ser uma bela aventura, especialmente na Noruega. Lá está localizada Tromsø, conhecida como a capital da aurora boreal. A cidade está a 350 quilômetros ao norte do Círculo Polar Ártico e é a maior da região norte do país. Por lá, as chances de presenciar o fenômeno da aurora boreal são altas e o grande diferencial é que os visitantes podem ter essa experiência com toda estrutura e conforto. O acesso a Tromsø é muito simples, lá está um dos principais aeroportos do país, que recebe voos diários de inúmeras cidades norueguesas e também de algumas capitais europeias. É possível também observar a aurora boral a bordo de um navio. A empresa Hurtigruten oferece um percurso de cinco dias durante o inverno que vai à caça das luzes. E, de quebra, os viajantes ainda passam pelas belíssimas ilhas de Vesterålen e Lofoten, além de cidades como Bergen, Ålesund, Trondheim e, claro, Tromsø.
A Global Vision Access é uma empresa de comunicação e marketing em turismo, reconhecida no mercado nacional e internacional. A GVA facilita a entrada e a consolidação de destinos turísticos no mercado brasileiro, oferecendo serviços de planejamento estratégico, marketing e relações públicas e sempre se destacando com os projetos especiais que desenvolve. Fazem parte do portfólio da empresa Mônaco, Noruega, Ilhas Seychelles e Alitalia. Também inclui-se ao portfólio da GVA parcerias estratégicas com organizações e empresas de outras indústrias que buscam maximizar exposição, oportunidades de negócios e retorno sobre o investimento para cada cliente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *