Argentina Andina

O Ministério da Cultura e Turismo de Jujuy e o Ministério da Cultura, Turismo e Esportes de Salta participarão mais uma vez da WTM Latin America, que será realizada na cidade de São Paulo de 2 a 4 de abril, onde ambos os destinos do Noroeste Argentino exporão suas atrações turísticas apresentando produtos que já cativaram o mercado brasileiro. A essência andina encontrada em todos os cantos de ambas as províncias, está manifestada em suas tradições milenares e impregnada em suas paisagens únicas compostas de colinas coloridas  salpicadas de pitorescos povoados que guardam belezas ancestrais. A gastronomia, a música, as tradições e festividades farão com que os visitantes vivam experiências únicas e diferenciadas, complementadas por serviços e infraestrutura de qualidade, compõem a melhor combinação para uma viagem de férias inesquecíveis.

A Argentina Andina estará novamente expondo sua oferta turística na WTM Latin America, representada pelas províncias de Jujuy e Salta, a qual possui atrações e serviços únicos no país, dignos de serem conhecidos por todos os brasileiros. Foto Divulgação Inprotur

Nesta edição estará presente representando Salta a Diretora Executiva do Instituto de Promoção Turística (INPROTUR), Nadia Loza, e representando Jujuy o  Secretário de Turismo, Diego Valdecantos, os quais apresentarão os destinos aos agentes de viagem que visitarão a feira. “Jujuy e Salta oferecem uma grande novidade ao mercado turístico brasileiro, uma maneira diferente de conhecer a Argentina, desde nossa cultura até as paisagens andinas que cativam quem nos visita. Nossa região conta com uma grande infraestrutura hoteleira e gastronômica, que juntamente com as muitas excursões e pacotes turísticos atendem aos gostos e possibilidades econômicas de cada turista”, disse Valdecantos. “Em 2018, aproximadamente 10% do total de turistas estrangeiros que visitaram Salta e Jujuy eram brasileiros, dessa forma, o Brasil representa o quarto lugar entre todos os países do mundo que nos visita, por isso, o Brasil é um dos mercados de maior interesse para que nós continuemos a desenvolver”, assinalou a Diretora de INPROTUR de Salta.

Vale ressaltar que neste último ano a Argentina tornou-se um destino muito competitivo e atrativo economicamente, devido à taxa de câmbio favorável para o turismo estrangeiro, adicionado ao reembolso do IVA (Imposto sobre gastronomía e hotelaria).  Paisagens únicas que exaltam os sentidos. A selva de altura e o altiplano andino, as colinas coloridas, os Caminhos Incas, as águas termais, os salares,  sua gastronomia requintada e diferenciada, a maravilhosa Quebrada de Humahuaca, os imponentes Valles Calchaquíes e produtos turísticos únicos como a Rota do Vinho mais alta do mundo e o Trem das Nuvens. Estas são apenas algumas das atrações geográficas que podemos encontrar, onde habitam diferentes espécies de aves e mamíferos, que complementam as paisagens, enchendo-as de vida pura e natural.

O grande problema para nós brasileiros é a falta de conectividade da Aerolineas Argentinas. As novas regras  argentinas fazem com que todos os voos do Brasil sejam direcionadas para o Aeroporto de Ezeiza. Lá chegando o turista tem que se deslocar até o o Aeroparque ( Aeroparque Regional Jorge Newbery). Uma viagem que levaria no máximo 12 horas com todas as conexões desde Florianópolis até Ushuaia, por exemplo, hoje está levando em torno de 25 a 37 horas por conta da total falta de conectividade. Perdemos todos com essas novas diretrizes, mas acima de tudo, perde o turismo argentino, país que possui belezas inimagináveis.

 

Leia ainda:

Vistos eletrônicos superaram e bateram recorde em 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *