Se agrava a situação da Avianca que cancela mais de 170 voos

A Avianca Brasil anunciou que vai reduzir sua oferta de voos. O anúncio da empresa, em recuperação judicial, ocorre no mesmo dia em que a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) cancelou as matrículas de 10 aviões dos 35 da frota da empresa em razão uma ação judicial movida pela pela arrendadora Constitution Aircraft. A agência também determinou a interrupção de venda de passagens para voos impactados pela perda dos aviões e peças. Outras empresas de leasing entraram na Justiça para retomar aviões da empresa por falta de pagamento.

Se agrava a situação da Avianca que cancela mais de 170 voos

A dívida da Avianca com arrendadores chega a R$ 1 bilhão, segundo pessoas familiarizadas com a situação da aérea. ​Serão cancelados 179 voos previstos para decolar até a próxima quarta-feira (17). A empresa diz que oferecerá reembolso aos passageiros que já compraram passagens para as rotas canceladas e que o estorno será feito em até sete dias após a solicitação. A lista de voos que não serão realizados pode ser acessada aqui. Segundo a aérea, será atualizada diariamente. Em nota, a Avianca afirma que “reforça que está tomando todas as medidas necessárias para manter a normalidade de suas operações.”

Leia ainda:  Avianca causa transtornos aos seus passageiros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *