Sempre fomos, somos e seremos senhores da nossa própria caminhada.

Criado simples e ignorante, o princípio espiritual viajará pelos árduos caminhos da evolução até atingir sua plenitude na individuação, que lhe constitui o ápice da evolução.
Vivendo inumeráveis experiências nos mais diferentes reinos da natureza, em cada um deles granjeará valores e aptidões que irão se agregando ao psiquismo em latência, o despertando dos vagidos da inconsciência no campo dos automatismos ao despertamento gradativo nos vastos horizontes da consciência plena, a caminho da intuição.
Nesse périplo, vai abandonando vagarosamente o instinto, experimentado na fase animal, e sublimando as percepções ainda grosseiras avança para o cultivo e despertar das emoções superiores.
Não existe a possibilidade de recuo. O rio não retorna às suas nascentes.
Nesse vastíssimo caminhar do psiquismo em maturação, é natural que se torne em algum instante supersticioso, adotando fórmulas externas para elucidar acontecimentos que o atingem na vida de relações afetivas, seja consigo ou com o meio onde está inserido.
Antes de fixar a ideia da unidade divina, acredita na multiplicidade de forças maiores a regerem os acontecimentos da vida, entre os quais os fenômenos naturais.
Faz-se maniqueista.
Sorte e azar disputam-no de maneira incessante. Astros distantes no infinito orientam suas ações no campo das relações afetivas.
Minerais supostamente dotados de magnetismo poderiam atuar de maneira favorável nesse ou naquele setor das lutas humanas.
Somente quando luarizado pelo despertar da consciência, ante a chegada da fé raciocinada, é que passa a perceber de maneira fragmentada no início e consistente ao longo do tempo que o sujeito da vida é a própria criatura humana.
A responsabilidade substitui a culpa.
A razão firma-se no lugar da cegueira espiritual.
Descobre-se senhor da própria caminhada, respondendo pelos atos que pratica e herdeiro direto das consequências que gera no tempo e no espaço.
Vai se fazendo co-criador com o Divino. Deus abandona os totens e mastabas erguidas fora e embosca-se na intimidade profunda do coração.
Estátuas passam a ser monumentos à arte e não mais representações da excelsa inteligência universal.
Não se percebe mais solitário na caminhada evolutiva e sim Espírito imortal, partilhando das mesmas oportunidades conferidas por leis eternas e imutáveis a todos os outros seres pensantes.
A lucidez o abrasa.
A matéria não mais o fascina.
Faz-se solidário.
Deixa-se guiar pelo amor.
A dor da incompreensão não o afeta. Sabe que o outro também vai despertar algum dia.
Não dilata as raízes do mal. Estende a capilaridade do bem.
Não recrimina as sombras reinantes nem maldiz a treva em aparente triunfo. Acende seu palito de fósforo e dele faz rota para a grande luz.
Serve sem reclamar.
Ouve muito e fala pouco.
Tem em Jesus modelo e guia.
Desperta cedo e repousa pouco, atento ao dever de tornar o mundo melhor, tornando-se melhor a cada dia.
Agredido, devolve flores.
Ignorado, prossegue otimista.
Caluniado, ora.
Morto, ergue-se do corpo em ruínas e coloca-se a caminho da luz, buscando novos postos de serviço, cheio de bom ânimo e confiança.
De regresso ao mundo material pelas vias da reencarnação, oculta a própria grandeza na humildade, deixando no solo escuro das estradas terrestres pegadas luminosas para seus irmãos de jornada, apontando os horizontes infinitos da sublimação.
Torna-se discípulo D’Ele por muito amar.
Cristifica-se.
Faz-se luz.
Marta
Psicografia de Marcel Cadidé Mariano
Centro Espírita Caminho da Redenção
Mansão do Caminho
Instituição fundada por Divaldo Franco e Nilson a mais de 75 anos
Marcel também é trabalhador da Federação Espírita da Bahia a mais de 37 anos
Salvador, 17.09.2020

Leia ainda: O turismo mesmo com limitações no fluxo de turistas, vem crescendo

Sempre fomos, somos e seremos senhores da nossa própria caminhada
turismoonline.net.br – O portal do turismo, hotelaria, gastronomia, cultura, destinos e viagens – Anuncie aqui: colunaonline@gmail.com
Siga este jornalista e fotógrafo no Instagran: @jeff_severino
No Youtube também!
Fotos: Divulgação / Jefferson Severino / Assessoria de Imprensa / Arquivos pessoais
FontesAssessorias de Imprensa 
Leia mais:

Fluxo de turistas cresce mesmo com limitações estaduais e municipais

Floripa Airport e Florianópolis recebem certificação internacional

Segue emperrado o turismo de observação de baleias em SC

Aeroporto Internacional de Florianópolis e a aviação executiva

Floripa terá seu tão sonhado Parque Marina Beira-Mar Norte

Perfis fakes de pousadas e hotéis. Como ensinar seus hóspedes a identificar-los?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *