Depois de estarem ancorados por sete dias na Bacia Norte do Porto de Buenos Aires e receber milhares de visitantes, as Tall Ships participantes no evento de Velas América Latina 2018, organizado pela Marinha do Chile, chegaram a cidade mais austral do Planeta, Ushuaia, na Terra do Fogo - Patagônia Fantástica Argentina.

Velas da América Latina 2018 chegam a Ushuaia

VELAS DA AMÉRICA LATINA 2018 CHEGAM A USHUAIA NA PATAGÔNIA FANTÁSTICA ARGENTINA

 

 

Depois de estarem ancorados por sete dias na Bacia Norte do Porto de Buenos Aires e receber milhares de visitantes, as Tall Ships participantes no evento de Velas América Latina 2018, organizado pela Marinha do Chile, chegaram a cidade mais austral do Planeta, Ushuaia, na Terra do Fogo - Patagônia Fantástica Argentina.

 

 

Depois de estarem ancorados por sete dias na Bacia Norte do Porto de Buenos Aires e receber milhares de visitantes, as Tall Ships participantes no evento de Velas América Latina 2018, organizado pela Marinha do Chile, chegaram a cidade mais austral do Planeta, Ushuaia, na Terra do Fogo – Patagônia Fantástica Argentina. 

 

Depois de estarem ancorados por sete dias na Bacia Norte do Porto de Buenos Aires e receber milhares de visitantes, as Tall Ships participantes no evento de Velas América Latina 2018, organizado pela Marinha do Chile, chegaram a cidade mais austral do Planeta, Ushuaia, na Terra do Fogo - Patagônia Fantástica Argentina.

A visitação é gratuita. No decorrer da semana, Ushuaia ganha um novo cartão postal onde milhares de pessoas comparecem para fotografar, conhecer e visitar, conhecendo também detalhes da vida marinha.

 

Depois de estarem ancorados por sete dias na Bacia Norte do Porto de Buenos Aires e receber milhares de visitantes, as Tall Ships participantes no evento de Velas América Latina 2018, organizado pela Marinha do Chile, chegaram a cidade mais austral do Planeta, Ushuaia, na Terra do Fogo - Patagônia Fantástica Argentina. 

 

Neste ano celebra-se o bicentenário da Marinha Chilena. A Marinha do Chile é uma instituição que não nasceu apenas com a República, mas foi preponderante no desenvolvimento daquele país.

 

Depois de estarem ancorados por sete dias na Bacia Norte do Porto de Buenos Aires e receber milhares de visitantes, as Tall Ships participantes no evento de Velas América Latina 2018, organizado pela Marinha do Chile, chegaram a cidade mais austral do Planeta, Ushuaia, na Terra do Fogo - Patagônia Fantástica Argentina.

 

 

O Secretário-Geral da Marinha e do Presidente do Comitê Executivo “Velas América Latina 2018”, Rear Admiral Juan Andres De La Maza, revelou os principais aspectos deste evento continental e os detalhes de sua estadia no Chile: “Este é um dos grandes eventos com os quais poderemos contribuir na celebração dos 200 anos de nossa Instituição”, disse ele. 

 

Ancoraram à Escola de Navios "Cuauthémoc" do México; "Cisne Branco" do Brasil, "Esmeralda" do Chile; o "Juan Sebastián de Elcano" da Espanha; "Simón Bolívar" da Venezuela e "Gloria" da Colômbia ", mais a fragata ARA" Libertad "da Argentina. Durante a estada em Ushuaia, as tripulações realizam atividades profissionais e culturais.

 

Lá também ancorou o imponente Navio Veleiro Cisne Branco (U 20), terceiro navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil. Foi construído pelo estaleiro Damen Oranjewerf, em Amsterdam, Holanda, a um custo de aproximadamente US$ 15 milhões.

 

O Cisne Branco foi entregue em 4 de fevereiro de 2000. Por ocasião da largada da Regata Internacional Comemorativa aos 500 Anos do Descobrimento do Brasil, em Lisboa, Portugal, foi submetido à Mostra de Armamento e incorporado a Armada em 9 de março de 2000, cerimônia presidida pelo Chefe do Estado-Maior da Armada Almirante-de-Esquadra Arlindo Vianna Filho, passando a subordinação do Comando de Operações Navais, em cumprimento a OD n.º 003/00 do CEMA e a Portaria n.º 73 de 28/02/00 do Comandante da Marinha. Naquela ocasião, assumiu o comando, o Capitão-de-Mar-e-Guerra José Sadi Cantuária.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *