Balneário Camboriú - Turismo on line

Estudo da Embratur mostra que houve aumento de 8% no número de voos internacionais que chegam ao Brasil, além disso, em oito anos, houve crescimento de 29% na malha aérea internacional brasileira

 

O Sul é o meu destino - turismoonline.net.br

 

Em 2018, 63.788 voos internacionais foram registrados no Brasil, número que corresponde a 8% em relação ao observado durante todo o ano de 2017. Os dados são da Análise da Malha Aérea Internacional da Diretoria de Inteligência Competitiva e Promoção Turística da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), preparada mensalmente a partir de informações fornecidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e companhias aéreas.

 

Dunas de Malembá - turismoonline.net.br
Dunas de Malembá – Rio Grande do Norte

 

Todas as regiões do País registraram aumento no número de voos e assentos disponíveis. No Sul, o crescimento foi de 36% de frequências e 32% de vagas; no Nordeste, foi de 20% de voos e 18% nos assentos; no Norte, são 1.430 voos diretos, 13% a mais quando comparado ao mesmo período de 2017, e houve, também, um aumento de quase 18% de vagas de assentos. Em âmbito regional, o Sul registrou o maior crescimento mensal. Nessa região, foram registrados 71 voos internacionais a mais do que reportado em dezembro de 2017, uma alta de 30%.

 

Avião por do sol - Turismo online

 

A segunda maior variação positiva foi observada no Nordeste, que recebeu 323 frequências, 10,62% acima do anotado em igual período do ano passado. Já no aeroporto de Brasília, único do Centro-Oeste que recebe voos internacionais e funciona como hub da região, houve um crescimento de 33% de frequências semanais e 27% de aumento no número de assentos.

 

Teté Bezerra - turismoonline.net.br

 

No Sudeste, que concentra a grande maioria dos desembarques internacionais no País, houve estagnação em relação aos meses de dezembro de 2018 e dezembro de 2017. De acordo com a presidente da Embratur, Teté Bezerra, isso se deve ao maior investimento das empresas aéreas no setor. “As companhias estão apostando e investindo em aeronaves maiores, com mais disponibilidade de assentos. Quando comparado os anos (de janeiro a dezembro de 2017 e 2018), o registro da Embratur foi de um aumento de 6% na quantidade de voos internacionais na região, que é importantíssima para o incremento da vinda de turistas ao Brasil”, explica a presidente.

 

Praia de Camurupim – RN

 

Outro destaque da análise de malha aérea da Embratur é para o número de voos internacionais para o Brasil nos últimos 8 anos. Foi registrado um crescimento de 29%, passando de 49.557 em 2010 para 63.788 registrados em 2018. Para a presidente da Embratur, Teté Bezerra, as medidas adotadas pelo governo brasileiro no setor aéreo, como a ampliação da participação estrangeira nas empresas aéreas nacionais, representam um avanço para o turismo e, principalmente, para o desenvolvimento econômico brasileiro. “O turismo é uma atividade com forte viés econômico. O aumento expressivo da conectividade aérea é um dos principais fatores de crescimento no número de turistas internacionais no Brasil. Com mais opções de voos e criação de novas rotas mais estrangeiros virão ao País movimentar nossa economia e, consequentemente, geração de emprego e renda”, destaca.

 

Praia Bonita Resort - Turismo on Line
Praia Bonita Resort & Conventions – Nísia Floresta – RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *