Maratona Beto Carrero - Turismo on line

Maratona Beto Carrero promove superação de atleta cadeirante

Maratona Beto Carrero promove superação de atleta cadeirante

 

 

Após percorrer 42 km no tempo de 02:15:24, o quarteto masculino Grupo de Rendimento Educative foi a equipe vencedora geral da Maratona Beto Carrero 2018. Em segundo lugar ficou o também quarteto masculino, Life Well/Antidoppe e em terceiro lugar ficou o octeto masculino, Acelcor/Ac – Pró Saúde Fitness. Esta foi a 11ª edição da única maratona noturna do Brasil, que aconteceu neste último sábado (4/8), no Kartódromo Internacional Beto Carrero. Para saber todas as colocações, clique aqui.

 

 

A competição recebeu aproximadamente mil inscritos distribuídos em equipes de dois, quatro e oito atletas. O ambiente lúdico misturado com a adrenalina da prova, deram espaço para um momento de superação e solidariedade. Entre tantas equipes com atletas que treinaram e literalmente suaram a camisa para chegar ao pódio, uma delas se destacou: Pés Solidários.  Criado há menos de um mês pelo maratonista Mário Alves e Flaviana Alves, o projeto “Pés Solidários” busca a inclusão de cadeirantes em corridas pelo Brasil. Esta foi a primeira maratona do projeto e contou com a participação especial do jovem cadeirante Marcos Vinícius Micioneiro Valente Coppini, 15 anos, de São Paulo (SP). Guiado por oito atletas, entre eles seu pai, Marco Antônio Valente Coppini, 37 anos, seu irmão de 12 anos, Matheus Micioneiro Valente Coppini, e sua “mãe das corridas”, Adriana Galera Conceição, a equipe se revezava em duplas, para garantir a segurança de Marcos que fez seis voltas em uma cadeira adaptada.

 

“Este projeto foi tão abençoado que em menos de um mês de sua criação já teve seu lançamento na Maratona Beto Carrero”, comenta o idealizador, Mário Alves. Unidos ao sonho de Marcos em conhecer o Beto Carrero World e participar da prova, o octeto cruzou a linha de chegada em lágrimas, com o cadeirante guiado em pé, com seus passos decididos a superar mais um desafio em sua vida.  “Gostaria de agradecer do fundo do meu coração tudo que foi feito ao meu garoto, todo o carinho, afeto, respeito, dignidade, atenção e principalmente inclusão que foi dada não só a ele, mas todos os envolvidos numa história que começou triste e terminou com um sonho realizado”, comemora o pai, Marco Antônio. É possível conhecer um pouco mais sobre o “Pés Solidários” através do Instagram, @pessolidariospenha, e por meio do telefone (47) 99620-1554.

Dia especial do Beto Carrero World

 

Assim como os demais participantes da prova, a equipe “Pés Solidários” teve um dia de diversão no Beto Carrero World, mas com certeza para Marcos e sua família, este sábado foi mais especial. Após uma campanha para viajar de São Paulo (SP) até Penha para apadrinhar o projeto, Marco Antônio Valente Coppini conseguiu finalmente realizar o sonho de seus filhos, Marcos e Matheus, de conhecer o Maior Parque Temático da América Latina. “O Marcos pode aproveitar todos os brinquedos radicais e shows do Beto Carrero World, sem nenhuma restrição, foi um dia perfeito para nós”, comenta o pai.

 

 

Apesar da pouca idade e suas limitações, em quatro anos, Marcos já participou de mais de 100 provas entre elas, 10 maratonas, três ultramaratonas, provas de montanha, praia e foi o primeiro cadeirante do Brasil a participar de uma prova de obstáculos. Tudo isso em um triciclo ou uma bicicleta adaptada em que Marcos a conduz com as mãos e seu pai o acompanha empurrando por meio de um suporte. No dia 26 de agosto, Os Marcolinos, como são conhecidos, vão participar do maior desafio de suas vidas, em uma competição com duração de 24 horas, em Campinas (SP).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *