Museu virtual permanente é aberto em Balneário Camboriú

Balneário Camboriú abre o primeiro museu permanente do Brasil para os conectados às redes sociais

Naturalmente, cores, cenários, luzes e a possibilidade de registrar de maneira divertida momentos com os amigos. Enfim, Balneário Camboriú inaugurou o primeiro espaço permanente do Brasil para diversão com produção de fotos e vídeos em ambientes que prometem aflorar a criatividade para poses diferentes, para compartilhar posteriormente na internet e deixar todo mundo curioso como foi feito tal clique.
Museu virtual permanente é aberto em Balneário Camboriú
Inauguração Fun Museu – Foto: João Souza
Dessa forma, o Fun Museu é a possibilidade de pessoas, principalmente as conectadas nas coisas boas da vida e nas redes sociais, terem experiências divertidas que contribuam com sua relação de conectividade. Diante disso, são 25 cenários ideais para produção de conteúdo criativo para as diferentes plataformas.
Museu virtual permanente é aberto em Balneário Camboriú
Inauguração Fun Museu – Foto: João Souza

O Fun Museu tem 25 cenários com foco na produção de conteúdo digital

Todavia, fala-se muito em Instagram, mas o Fun Museu tem um apelo forte a todas as redes sociais, como Facebook, Tiktok e Pinterest, pra citar algumas delas. assim, a escolha por Balneário Camboriú se deu pela relação turística da cidade durante o ano todo. “Assim sendo, apesar de que um dos nossos objetivos é manter a relação com moradores, realizando cursos e workshops que melhorem a relação das pessoas com as ferramentas digitais. Portanto, o Fun Museu é o espaço para qualquer pessoa que esteja nas redes sociais frequentar”, avisa o criador do empreendimento, o empresário Ricardo Ruas.

O projeto

De antemão, o projeto levou cerca de seis meses para ficar pronto. Dessa forma, foi concebido pelo próprio fundador, com um intenso trabalho de pesquisa de tendências em espaços referência pelo mundo, além do suporte de profissionais da arquitetura, comunicação e cenografia. Iniciaalmente, Da Caza Comunicação partiu a criação de marca e a comunicação interna do projeto. Já a diretora de arte Josiane Silva assina o detalhamento e a execução dos cenários. “Então, o grande desafio desta obra foi pensar de maneira criativa em cada cenário. É muito grande o volume criativo diferenciado para garantir muita experiência aos usuários”, explica a diretora de arte, que tem no currículo trabalhos com cinema, teatro e arquitetura.
Museu virtual permanente é aberto em Balneário Camboriú
Inauguração Fun Museu – Foto: João Souza

Espaços são criativos e um deles homenageia comunidade LGBTQ+

Enquanto isso, o artista Lark desenvolveu cartoons com detalhes coloridos apresentando profissionais da música que têm representatividade com este grupo. Igualmente, a percepção do que seria pintado veio assim que viu as três paredes brancas, apenas com uma cortina de fitas coloridas como num arco-íris. Imediatamente, neste primeiro contato, Lark tinha certeza de que ali deveria constar uma homenagem ao público LGBTQ+. assim, pediu ajuda aos idealizadores do Fun Museu para, juntos, montarem uma lista de personalidades conectadas à causa.
Logo, Freddie Mercury, Prince, Ney Matogrosso, Glória Groove, Pabllo Vittar, Madonna, Lady Gaga,  Beyonce, Rihanna, Iza, Johnny Hooker e Liniker foram então desenhados de maneira detalhada à mão livre. No processo criativo, Larker apenas consultava o Instagram dos artistas para obter as referências de traços do rosto, corpo e vestimentas.
Museu virtual permanente é aberto em Balneário Camboriú
Inauguração Fun Museu – Foto: João Souza 04

Os ingressos

Enfim, o Fun Museu cobrará por ingressos para sessões de uma hora de duração. Além disso, como é um espaço fechado, há uma normativa de lotação máxima exigida pelos Bombeiros. Portanto, o espaço terá ingressos diferenciados para diárias a fotógrafos e produtores de conteúdo. A saber, crianças de até seis anos acompanhadas de um adulto pagante entram gratuitamente. Pessoas de sete a 17 pagam sempre meia entrada, mesmo sem documento que confirme serem estudantes. A partir de 18 anos vale a lei da meia entrada àqueles que são estudantes (desde que com documento de comprovação) e idosos (mais de 60 anos) e todo o restante de público contemplado.
Leia ainda: Atividades hoteleiras serão retomadas em Santa Catarina
turismoonline.net.br - O portal do turismo
turismoonline.net.br – O portal do turismo, hotelaria, gastronomia, cultura, destinos e viagens – Anuncie aqui: colunaonline@gmail.com
Leia mais:
Tudo na vida é temporário. Queiramos ou não, dias melhores irão surgir
Kurotel comemora de 38 anos de vida mantendo seu propósito
Brasileiros em Ushuaia – Uma odisseia pela Patagônia Fantástica Argentina
Artistas de Santa Catarina se unem para fazer o Festival de música on-line

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *