Paralelo ao Festival Folclórico de Parintins, representante da Embratur se reúne com Amazonastur e apresenta oportunidades de promoção segmentada do Instituto

 

Festival de Parintins 01

 

Muitos destinos no Brasil de fato não são para brasileiros. O que se percebe é que somente Rio de Janeiro e São Paulo possuem jornalistas especialistas em turismo e acima de tudo capazes em divulgar nossos destinos, tanto que a promoção e apoio à comercialização de grandes destinos do Brasil são voltados para o mercado internacional.  Segundo a Embratur, estratégias de promoção segmentada, podem ampliar de forma significativa o número de visitantes para o País. Humberto Pires, técnico da Coordenação-Geral de Segmentos Turísticos do Instituto da Embratur, participou de visita técnica e acompanhou famtour e press trip realizados no estado do Amazonas, no último fim de semana, de 29 de junho a 1º de julho, quando aconteceu o 53º Festival Folclórico de Parintins.

 

Festival de Parintins - Turismo on line

 

Operadores e jornalistas de São Paulo e Rio de Janeiro, entre outros presentes na ação, visitaram pontos turísticos da capital, Manaus e na cidade de Parintins (AM). Eles também conheceram e assistiram ao espetáculo do Festival Folclórico de Parintins, manifestação cultural que conta as histórias dos bois Caprichoso e Garantido. Só no ano passado, a celebração, que ocorre ao ar livre em plena Floresta Amazônica, mais precisamente no Bumbódromo, injetou R$ 50 milhões na economia local e gerou pelo menos cinco mil empregos diretos e indiretos na cidade. Segundo relato dos operadores, responsáveis também pelo receptivo internacional, há demanda de estrangeiros por manifestações culturais brasileiras, bem como pela diversificação de destinos. Cabe lembrar que hoje, uma passagem aérea entre Florianópolis e Manaus, gira em torno de R$ 2.500,00, fora o trecho até Parintins, mais hospedagem, alimentação, transfer in/out.  Realmente é para estrangeiros.

 

 

O representante da Embratur se reuniu com equipe da Amazonastur – Empresa Estadual de Turismo do Amazonas, que tem o propósito de fomentar a atividade turística do estado e projetar ainda mais a região como destino turístico no Brasil e exterior. Humberto Pires apresentou o trabalho de promoção segmentada do Instituto, com foco no Ecoturismo e Turismo de Aventura, eixo estruturante da oferta turística do estado do Amazonas, e por ser este um dos segmentos que mais atrai turistas estrangeiros para o País. “Além de assistirem ao Festival, os turistas aproveitam para visitar outros atrativos da cidade, como os currais dos bois Caprichoso e Garantido, orla do Rio Amazonas, passeio de triciclo pela cidade, Bumbódromo entre outros, sendo o festival uma opção para a sazonalidade de fluxo internacional de lazer no Brasil, informou o representante da Embratur”. Da observação de aves típicas da região à hospedagem em hotéis de selva, o estado recebeu em 2017 quase 34 mil turistas estrangeiros, contabilizados aqui exclusivamente aqueles que entraram no Brasil pelo estado, conforme dados mais recentes do Ministério do Turismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *